As palavras vibram…

20120809-143422.jpg

À primeira vista as palavras que usamos são apenas ferramentas para nos comunicarmos com os outros. Porém, as palavras agregam também uma função valiosa: elas contêm vibrações e que desempenham um papel significativo no complexo trama da natureza, no qual estamos todos contidos.
De outro lado, embora as palavras de línguas diferentes possam ter sons e grafias diversos, elas são formadas de acordo com os princípios da natureza – as palavras se originam das vibrações do universo e isso pode nos auxiliar a considerar que todos somos um.
Pense nas palavras que você utiliza diariamente. As suas palavras e a maneira como as utiliza têm uma grande influência sobre a sua existência. E isso não é novidade para ninguém.
Palavras são vibrações e, quando somos expostos a palavras positivas (“amor”, “obrigado”, “eu consigo” etc.), podemos fortalecer nosso equilíbrio interno e nosso bem-estar.
De igual forma, palavras negativas e as vibrações nocivas que elas irradiam exercem uma influência expressiva sobre nós, gerando desequilíbrios, estados psíquicoemocionais sombrios e infelizes, pois palavras destrutivas simplesmente destroem, ferem, desagregam…
Massaru Emoto, o pesquisador dos cristais de água, autor de diversos livros sobre a água, afirma que reside em nós “o poder para tornar o nosso léxico mais positivo”. É uma questão de prática, cuidado, disciplina. Insistência mesmo!
Assim qualquer coisa positiva que dissermos sobre nós mesmos pode nos auxiliar a viver de forma mais benéfica. E qualquer coisa positiva que dissermos a outra pessoa – a um filho, a um colega de trabalho – isso resultará em energia positiva para nós também.
E, segundo Emoto, “se as suas palavras irradiarem luz sobre aqueles à sua volta, você certamente não terá de caminhar no escuro”.
Para viver com mais serenidade, então, podemos, com atenção, selecionar palavras positivas, afirmativas, pois à medida que somos capazes de irradiar vibração, temos poderes para afetar o mundo em que vivemos – e na condição de “co-criadores”.
Em palavras simples: “temos o poder do pensamento e o poder do livre-arbítrio e, portanto, o poder de emitir o som que desejamos; isso significa que temos o poder de ser uma força de mudança.” (Emoto)
Sejamos, desse modo, uma “força de mudança” orientada pela energia positiva.

Amor e gratidão!

Eugênia Pickina

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Vera Perez on 17/08/2012 at 16:54

    Como sempre, a sua abordagem madura,lógica, nos responsabiliza a estabecer uma aferição nos resultados do nosso palavrório, hoje tão fácil e quase sempre, destituído de valor.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: